quarta-feira, 19 de agosto de 2009

O Testamento de Michael Jackson

Agora que o assunto em torno da morte de Michael Jackson (MJ) já passou, posso fazer um post sobre algo que me chamou a atenção: o testamento dele.

Conforme constam aqui, aqui e em mais outras fontes confiáveis, o MJ deixou o pai dele de fora do testamento.

Você está se perguntando porque ele fez isso?

Com certeza ele não se esqueceu de incluir o pai dele, mas sim deixou propositalmente de fora da herança.
Eu não sei você, mas eu vi o filme dos Jackson 5 algumas vezes na tv. Sessão da tarde, tela-quente, corujão, sei lá. Eu vi o filme algumas vezes, e mesmo sendo um filme eu sei que foi baseado em fatos reais. E em algumas entrevistas o MJ confirmou que foi árdua a infância dele.
O que o filme mostra? Ignorância.
Ignorância do pai dele, obrigando os filhos a cantar.
Obrigando como? Batendo, insultando e espancando. E sabemos que filmes desse tipo costumam amenizar o sofrimento que aconteceu na vida real.
Em resumo, o pai do MJ obrigou ele a ser cantor, não respeitando os gostos e opiniões dele e seus irmão. Eu não sei se alguma vez o MJ disse o que gostaria de ser se não fosse cantor e dançarino, mas isso também não importa agora.
O que importa é que o pai dele está agora colhendo o que plantou.
Plantou desrespeito? Vai colher isolamento, vai ser ignorado e evitado. Vai morrer sozinho num asilo jogado às traças.
Está dada a dica!

0 mil comentários:



GANHE DINHEIRO!
Entenda como funciona na conferência aqui: sala.luvre.com.br
Não é necessário senha.
Conferências de 2ª a 6ª feira as 22:00 horas.